Isaías rebate declaração de radialista e diz que calou Jorge Solla

Vereador Isaias de Diogo

Nesta segunda-feira (10), em discurso na Câmara Municipal, o vereador Isaías de Diogo (PPS) rebateu uma informação prestada pelo radialista Silvério Silva, da rádio Subaé AM, e informou sobre a sua participação na audiência pública que tratou da regionalização do  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na última sexta-feira, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Feira de Santana, promovida pelo edil Beldes Ramos (PT).

“Quero mandar um abraço para o meu amigo Silvério Silva,  que ontem, em seu programa de rádio, falou que o vereador Isaías de Diogo pode perder o mandato.

Eu quero dizer para Silvério e para todos da imprensa que  estão equivocados sobre essa informação e que o Regimento desta Casa diz o seguinte:  ‘só perde com um terço de falta durante todo o mandato’.

Então, é para as pessoas não estarem falando sobre as coisas que elas não têm conhecimento”, disse Isaías, acrescentando  que é preciso se  tomar cuidado para não retransmitir informações de vereadores também mal informados.

Mudando de foco, Isaías se pronunciou sobre a audiência pública sobre a regionalização do Samu.

Ele disse que questionou o deputado federal Jorge Solla (PT) sobre o contrato do  IMIP – Fundação Hospitalar Professor Martiniano Fernandes com o Estado, na época  em que o parlamentar  era secretário estadual de Saúde.

“Na sua gestão, o IMIP não correspondeu com o contrato que foi feito para realização de cirurgias cardíacas para as crianças no Hospital Estadual da Criança”, afirmou.

De acordo com o edil, Jorge solla não teve uma resposta para dar. “Nem ele nem ninguém que estava ali. E é aquele ditado: ‘quem cala, consente’. Ele foi conivente”, avalia.

Isaías disse ainda que, durante a sua fala na audiência pública, um assessor do vereador Beldes Ramos (PT) baixou o microfone e outro assessor “tumultuou”, para tentar atrapalhar o seu pronunciamento.

“Eu quero parabenizar o vereador Beldes por trazer esse questionamento do Samu, que é muito importante, mas a assessoria deixou a desejar”, reclamou.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS