Será verdade que o político atual é um produto deteriorado como diz José Carneiro

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Político validade vencida

Em pronunciamento na sessão ordinária (itinerante) da Câmara Municipal de Feira de Santana, na última quarta-feira (25), tendo como plenário a Escola Municipal José Raimundo Pereira de Azevedo (CAIC), situada no Conjunto Habitacional Feira VII, o vereador José Carneiro (PSL), afirmou que: “infelizmente, o político é um produto deteriorado neste país, onde a gente liga o rádio, liga a televisão e só ouve denúncias de roubalheira e de corrupção”.

O vereador fez a declaração após informar que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo no Senado, foi preso pela Polícia Federal sob a suspeição de que o parlamentar estaria atrapalhando apurações da Operação Lava Jato e tramando a fuga de Cerveró.

O líder do governo deveria ter ampliado o seu entendimento sobre a constatação de que, “politico é um produto deteriorado…”

Esperamos que na avaliação o povo não seja responsabilizado pelo prazo de validade, vencido…

As atitudes e decisões adotadas pela grande maioria dos políticos, do nosso país, visam única e exclusivamente os benefícios individuais (próprios), em detrimento dos interesses coletivos.

Por exemplo: Vereadores viajarem com recursos do município para fiscalizar ônibus já fiscalizados e que estariam chegando com menos de trinta dias, e, simultaneamente a saída dos edis alguns ônibus chegaram a cidade.

No entanto, deixaram de fiscalizar as empresas que já estão provocando atraso no pagamento dos salários dos funcionários nesse período de “contrato emergencial”, antes mesmo de assumir o contrato vencido no processo de licitação.

Esse é um exemplo que pode muito bem ser encarado pelo povo, (eleitor) como um produto deteriorado.

Muito ainda será dito, comparado, ou até mesmo desconfiado sobre algumas atitudes que só fazem ampliar a desconfiança do povo nesse produto que está sendo amplamente produzido pela corrupção, assim tem dito as operações realizadas pelo Ministério Público, Polícia Federal e Procuradoria Geral da União.

cljornal

OUTRAS NOTÍCIAS