Tempo - Tutiempo.net

Sobrinho de Jair Bolsonaro, Léo Índio é exonerado de cargo do Senado

Bolsonaro e o sobrinho Léo Índio

Na tarde desta quarta-feira (31), o primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Leonardo Rodrigues de Jesus, mais conhecido como Léo Índio , foi exonerado da Diretoria-Geral do Senado.

Ele trabalhava no gabinete do senador Carlos Viana (PSD-MG), vice-líder do governo no Senado.

De acordo com a publicação, Léo Índio, que foi acomodado no Senado a pedido do governo.

Segundo informações internas da cúpula do Senado, ele estava incomodando a mesa diretiva da Casa por suas postagens nas redes sociais.

Elas geralmente traziam mensagens alinhadas a Bolsonaro, criticando governadores e as medidas de combate à pandemia de Covid-19, como o uso de máscaras.

O desligamento do parlamentar foi confirmado pela assessoria de imprensa nesta quarta.

Antes de ocupar o cargo na diretoria, Léo Índio fazia parte da equipe do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado escondendo R$ 33 mil na cueca durante operação da Polícia Federal (PF) em sua casa em outubro do ano passado.

Depois do ocorrido, Léo Índio sofreu pressão de membros do governo federal e pediu exoneração do gabinete de Rodrigues e em seguida foi nomeado para a Diretoria Geral da casa.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Senado

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS