22 de dezembro de 2015

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Carlos Lima e Luzia Carvalho

As vezes arranjamos alguns argumentos para não estarmos bem, alguns bem verdadeiros outros duvidosos.

Quem é que pode dizer que não existe sempre algum problema, alguma dificuldade.

Existe sempre alguém que nos perturba, nos incomoda ou nos magoa.

Entretanto, sabemos que o mundo não gira à nossa volta, mas o nosso, podemos fazer girar da melhor maneira possível.

Apenas devemos reprimir as nossas manifestações de egos e com a simplicidade praticar a repulsa às vaidades e ao apego aos bens matérias, cuidando mais do espiritual, para quem acredita.

O tempo não é nunca foi o meu melhor amigo. E agora está ficando cada vez pior. Ele está encurtando a minha vida.

Continuo vivendo em nossa terrinha, agora com dias de sol causticante, temperaturas elevadas, hoje por sinal, o dia está meio nublado, talvez para matar a saudade de uma chuva fina e o cheiro de terra molhada entrando em nosso nariz.

Sinto saudade das minhas caminhadas noturnas pela cidade, com extrema segurança e nenhum receio.

Sinto saudade da minha infância da minha adolescência, dos meus aniversários e dos meus pais que já se foram.

Não sei de nada, nem mesmo porque estou escrevendo isso. Será por que hoje fiquei mais velho?

Carlos Lima.

OUTRAS NOTÍCIAS