Tempo - Tutiempo.net

Bolsonaro quer turismo na Amazônia para gringo ver que o “trem não pega fogo”

Floresta amazônica em chamas

Contrariando dados do próprio governo, que mostram um aumento no número de queimadas na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro defendeu um estímulo ao turismo na região “para mostrar para o gringo que aquele trem não pega fogo”.

A Amazônia teve em 2020 o pior setembro desde 2017, com 32.017 focos de incêndio ativos, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

São 2.710 a mais em relação ao mesmo mês em 2019.

O comentário de Bolsonaro foi feito durante cerimônia no Palácio do Planalto de lançamento de um pacote de novas regras para o setor de aviação na tentativa de reduzir custos e aumentar a demanda pelo setor.

O presidente disse que o programa pode facilitar a ida de pessoas para a Amazônia.

“Com essa nova ação do Ministério da Infraestrutura, o Voo Simples, vamos facilitar a vida de quem quer, por ventura, ir para lá. Por que não abrirmos, estimularmos a Amazônia para o turismo, para mostrar para o gringo que aquele trem não pega fogo?”, disse o presidente.

Além da Amazônia, outro bioma afetado é o Pantanal: as queimadas que atingem a região em 2020 são as piores desde 1998, também segundo o Inpe.

bioma teve o pior setembro de toda a série histórica, com 8.106 focos de incêndio.

É quase o triplo do mesmo mês do ano passado, quando 2.887 focos de fogo atraíram atenção internacional e motivaram uma força-tarefa do Corpo de Bombeiros local. (O Globo)

A loucura não tem limites, todos nós já sabemos. Mas ser obrigado a conviver com ela é uma situação de desastre de grandes proporções batendo em sua porta. (cljornal)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS