Tempo - Tutiempo.net

Bolsonaro retira condecoração de pesquisador contrário ao uso da cloroquina para Covid

O débio mental

Jair Bolsonaro retirou nesta sexta-feira (5) a Ordem Nacional do Mérito Científico concedida na quinta (4) ao pesquisador Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda.

A decisão foi publicada no “Diário Oficial da União”.

A ordem foi criada em 1993 para “condecorar personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram por suas relevantes contribuições prestadas à Ciência, à Tecnologia e à Inovação.”

Pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda coordenou o estudo no Amazonas que concluiu de forma contrária ao uso da cloroquina para a Covid-19.

Lacerda também se manifestou abertamente contra o uso do medicamento e foi vítima de ameaças.

Bolsonaro costuma defender o uso da cloroquina contra a Covid, induzindo o laboratório do Exército brasileiro a produzir milhares de comprimidos que encalharam nos estoques.

Vale ressaltar que estudos científicos já comprovaram a ineficácia do medicamento para a doença.

Além disso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) também já reconheceu a ineficácia da cloroquina; a Associação Médica Brasileira (AMB) diz que o uso do medicamento para Covid deve ser banido;

E a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), que a cloroquina não tem efeito para a doença.

Retirou a homenagem da quinta-feira, ao pesquisador Marcus Viníciu. Guimarães de Lacerda. A mesma que auto se homenageou,

Homenagem recebida por ter diculgado ex incentivadoo uso de cloroquina e outros medicamentos ineficazes ao combate ao Covid-19 e causando a morte de mais de 610 milhões de brasileiros.

O presidente do nosso país é um doente mental camuflado de fascista, miliciano e perfeita cobaia para estudo cientifíco de como um cérebro pode funcionar diante de um atrofiamento imbecilizado.

Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS