Brasil na rota do tráfico de haitianos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Pela primeira vez, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Acre e a Polícia Federal conseguiram comprovar que o Brasil entrou na rota do tráfico de haitianos para outros países. Nesta semana, em operação conjunta da secretaria e da PF no Aeroporto de Rio Branco, foram detidos um menor haitiano de 14 anos e o conterrâneo Inocente Olibrice, maior de idade. Olibrice, que atuava como ‘coiote’, embarcaria com o menor para a Guiana Francesa e, em contrapartida, receberia 500 euros pelo tráfico.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Nilson Mourão, disse à Agência Brasil que as investigações em parceria com a PF tiveram início há 30 dias. Segundo ele, depois de Inocente confessar em depoimento na Polícia Federal que fazia tráfico de imigrantes do Haiti, ele foi recolhido para a penitenciária da capital acriana, onde ficará detido enquanto responder a processo por tráfico de seres humanos e estelionato.

O menor está sob a guarda da Secretaria de Direitos Humanos e foi encaminhado de volta ao abrigo, em Brasileia (AC), onde 1.100 haitianos aguardam regularização, pela Polícia Federal, da entrada ilegal no Brasil. Nilson Mourão informou que o governo do Acre tenta contato com os parentes do jovem no Haiti e na Guiana Francesa para que possam buscá-lo.

Fonte: Redação / Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS