Com obrigatoriedade de airbag e ABS carros básicos ficarão R$ 1,5 mil mais caros

 

Com a obrigatoriedade de airbag e freios com ABS em todos os veículos fabricados no Brasil a partir de 2014, confirmada nesta terça-feira (17) pelo ministro Guido Mantega, os modelos básicos sofrerão uma encarecimento entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil, por não constarem destes itens de segurança.

No entanto, o acréscimo pode alcançar até R$ 3 mil, como no caso do Peugeot 207 Active, que teve seu preço ajustado de R$ 30.990 para R$ 33.990 neste mês com a inclusão dos equipamentos. Passando pelo mesmo momento, o Ford Fiesta RoCam Hatch com motor 1.0 l foi para R$ 30.990 – um acréscimo de R$ 1.000 no modelo equipado com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros e travas elétricas.

Em reunião com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e com metalúrgicos para considerar o impacto dos novos itens de segurança sobre o desemprego, os sindicalistas temem que esta medida provoque de 10 mil a 15 mil demissões por causa da extinção das linhas de produção de determinados modelos e o impacto sobre o setor de autopeças. Consequentemente, o governo pediu um compromisso das montadoras para mudarem os empregados de setor e evitar o máximo possível as demissões. Um grupo de estudo entre representantes das montadoras e do governo analisará a possibilidade de os postos de trabalho serem preservados.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS