Tempo - Tutiempo.net

Freixo cobra impeachment imediatamente após CPF cancelado e grampos de milicianos

FREIXO E O MELIANTE

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) cobro que o Congresso dê abertura a um processo de impeachment contra Jair Bolsonaro “imediatamente”, após “tantos crimes” contra o presidente.

“O que tem que ser cancelado é o mandato de Bolsonaro. O Congresso não pode continuar omisso diante de tantos crimes. É preciso abrir o processo de impeachment imediatamente”, postou Freixo no Twitter.

Apenas neste final de semana, uma reportagem do The Intercept revelou grampos em que milicianos tentaram contatar alguém chamado de “Jair”, “presidente” e “cara da casa de vidro” e Bolsonaro posou sorridente para uma foto em que havia uma placa com a expressão “CPF cancelado” – usada por grupos de extermínio para se referir a assassinato.

“Essa é uma linguagem de dono de milícia, não de chefe de Estado”, denunciou Freixo ao postar a foto do CPF cancelado.

“Milícia é mais do que um artigo no Código Penal, é um modelo de sociedade. É um projeto de poder político que nasce no RJ e está sendo nacionalizado pelo bolsonarismo. É a subordinação do Estado aos interesses do crime”, acrescentou.

Neste sábado, ao compartilhar a reportagem, ele escreveu: “Temos na presidência um sujeito que pode estar diretamente envolvido c/ a fuga e proteção do miliciano Adriano da Nóbrega. Procuradores federais que, ao contrário de Aras, respeitam o dever institucional da PGR precisam reagir, e a Câmara tem que abrir o processo de impeachment”.

BRASIL

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS