Jornalista Beto Coura morre aos 63 anos depois de 84 dias na UTI

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
O jornalista Alberto Mendonça e esposa

Morreu, na madrugada, o jornalista Alberto Mendonça Coura. Beto, como era conhecido, passou 84 dias internado em uma unidade de terapia intensiva após diagnóstico de covid-19.

A informação foi confirmada pela esposa dele, Vanda Célia Oliveira, em seu perfil na rede social Twitter.

Beto teve uma trajetória profissional marcante na imprensa do Distrito Federal.

Trabalhou na Empresa Brasil de Comunicação (EBC) por vários anos e atuou na Agência Brasil, na Mídia Impressa, no radiojornalismo e na então NBR.

Ele deixou a empresa em 2018, após aderir ao Programa de Demissão Voluntária (PDV).

“Beto Coura será lembrado pelos amigos como exemplo de dedicação e amor ao jornalismo, além de sua generosidade e alegria no convívio com todas as pessoas”, informou a EBC.

A esposa, Vanda Célia Oliveira,  informou sua morte  afirmando que: Alberto Mendonça Coura, meu amado marido, acaba de morrer aos 10 minutos da madrugada deste dia 14/10/2020, depois de lutar durante 84 dias na UTI. Sinto uma dor imensa. A amargura invade a minha alma. Sei que um deserto acaba de nascer em mim e que vou conviver c/ele para sempre.

OUTRAS NOTÍCIAS