Milhares de manifestantes devem se reunir pelo Brasil neste feriado

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O feriado em comemoração ao Dia da Independência deve reunir milhares de pessoas em protestos por todo o país. Eles se organizaram principalmente por meio das redes sociais, a exemplo das manifestações que ocuparam as principais cidades brasileiras em junho e julho. Nas páginas na internet em que são articulados os movimentos, a menção é que neste sábado (7), vai ocorrer “a maior manifestação da história do Brasil”, com a confirmação de presença de quase 400 mil pessoas em todo o país.

 

Pela rede social, há comunidades e eventos de vários grupos. A pauta de reivindicações se assemelha à de meses atrás. São demandas mais gerais, como o fim da corrupção, a insatisfação em relação ao governo do Partido dos Trabalhadores (PT), a reforma política e a melhoria dos serviços públicos. Há questões mais recentes, como a prisão dos condenados pela Ação penal 470, o processo do mensalão, a saída do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o voto aberto nas deliberações do Congresso.

 

O temor, no feriado deste ano, é em relação a atos de violência e de vandalismo que podem ocorrer em meio às comemorações cívicas ou às manifestações. Órgãos de inteligência do governo monitoraram a internet ao longo do mês para rastrear movimentações de pessoas com o objetivo de incitar esse tipo de protesto – como a depredação de locais públicos e ataques a policiais -, como ocorreu em manifestações anteriores. O objetivo é agir de forma a evitar maiores tumultos.

 

Fonte: Redação/ Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS