OAB ESCALA BATOCHIO E MTB CONTRA FÚRIA DE BARBOSA

A Ordem dos Advogados do Brasil nomeou dois de seus ex-presidentes, além de um conselheiro federal, para a defesa do criminalista Luiz Fernando Pacheco, defensor de José Genoino, que foi expulso do plenário por determinação de Joaquim Barbosa.

 

São eles José Roberto Batochio e Marcio Thomaz Bastos, ambos ex-presidentes, além de Guilherme Octavio Batochio, conselheiro federal da ordem. O time foi montado por Marcus Vinícius Coelho, atual presidente da OAB, para sinalizar empenho máximo da entidade na defesa das prerrogativas da advocacia.

 

“Veremos se, sem a proteção do cargo, Barbosa terá a mesma disposição e o mesmo desassombro para continuar a agredir”, disse Batochio ao 247. “Quando a advocacia é expulsa dos tribunais, sobrevém a tirania”, lembra o criminalista.

 

“O Luiz Fernando Pacheco não excedeu em nada os limites do direito de defesa”, afirmou Thomaz Bastos. “E a saída de Barbosa fará bem não apenas ao STF como também à relação dos ministros com os advogados”, afirma.

 

Pacheco foi expulso da tribuna com a ajuda de seguranças depois de ter rogado a Barbosa que colocasse em pauta o processo de José Genoino, que já contava com parecer favorável da Procuradoria Geral da República.

 

Irritado, Barbosa chamou os seguranças e o expulsou. Depois disso, pediu à Polícia Federal a instauração de inquérito por calúnia, injúria e difamação.

 

Ontem, o atual presidente do STF protagonizou mais um papelão, ao pedir o adiamento de sua aposentadoria por mera picuinha, alegando que a transição para a posse do sucessor Ricardo Lewandowski estaria sendo feita “rápida demais”.

 

Barbosa deixa feridas no Poder Judiciário que ainda demorarão a cicatrizar no País.  

Fonte: b247/247

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS