Programas sociais deixam de atender 2,5 milhões de miseráveis

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Uma estimativa feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social aponta a exclusão de 2,5 milhões de pessoas que vivem abaixo da linha de miséria de programas sociais do governo federal.

Segundo reportagem da Folha, tal contingente não é localizado pelo governo. O número foi obtido por meio de uma comparação feita pelo ministério de informações do Censo de 2010 com o Cadastro Único, a base de dados utlizada para administrar os programas sociais.

“Pretendemos fazer (o cadastro dessas famílias)até o final do ano. A presidente já nos indicou que o processo tem que ser acelerado”, afirmou o secretário para Superação da Extrema Pobreza da pasta, Tiago Falcão.

A promessa feita pela presidente Dilma Rousseff de extinguir a pobreza extrema só será efetiva quando nenhum brasileiro ganhar menos que R$ 70 por mês, de acordo com critério estabelecido pelo governo.

Fonte: Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS