Tempo - Tutiempo.net

Queiroga mente em rede nacional sobre vacinação de crianças, deveria ser preso imediatamente

Nesta segunda-feira, 17, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, mentiu descaradamente, mais uma vez.

O fato teve origem durante entrevista concedida a CNN Brasil sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 contra a Covid-19.

O titular da pasta disse que “as vacinas, segundo a recomendação do Ministério da Saúde, elas não são obrigatórias”.

Nesta segunda-feira, 17, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, mentiu novamente durante entrevista concedida a CNN Brasil sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 contra a Covid-19.

O titular da pasta disse que “as vacinas, segundo a recomendação do Ministério da Saúde, elas não são obrigatórias”.

O canalhocrata demostou total ignorância sobre o tema.  Um ministro capicioso.

Essa recomendação é totalmente ilegal quando se trata de menores de idade.

Vale ressaltar que o Estatuto da Criança e do Adolescente prevê que “é obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”.

Em dezembro, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por 11 votos a 0 que a imunização obrigatória é constitucional e válida para todo o país.

O tema foi motivo de questionamento pela base fanática do panaca Jair Bolsonaro.

O ministro incompetente ignorou que sua recomendação é ilegal, no caso de menores de idade.

Vale ressaltar que o Estatuto da Criança e do Adolescente prevê que “é obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”.

Em dezembro, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por 11 votos a 0 que a imunização obrigatória é constitucional e válida para todo o país.

O tema foi motivo de questionamento pela base fanática de Jair Bolsonaro.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS