Secretário de Transportes ri durante visita a local onde houve acidente com trem

 

O secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, foi hostilizado por passageiros ao chegar para vistoriar o estrago causado pelo trem da SuperVia que descarrilou entre as estações São Cristóvão e Maracanã, na Zona Norte. Seguranças foram chamados para proteger o secretário. A composição, que seguia da Central do Brasil para Saracuruna, atingiu a rede aérea por volta das 5h15m e, com isso, parte da estrutura que sustenta a rede aérea caiu. Por conta do acidente, a circulação nos principais ramais ficou prejudicada, já que os trens estão impedidos de chegar à Central.

O secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, foi até a estação São Francisco Xavier para orientar os passageiros, e pediu para quem não tem muita urgência, não ir para o Centro da cidade na manhã desta quarta-feira (22).

 

O professor da Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) especialista em transportes, Alexandre Rojas,consultado pela reportagem, criticou a falta de planejamento da SuperVia para oferecer um atendimento adequado aos passageiros quando há problemas no serviço. Segundo ele, o sistema da concessionária é antigo e tem a manutenção deficitária, o que demandaria, ao menos, um bom plano de contingência. No entanto, esse serviço é falho. O especialista ressaltou ainda que trens trafegam em baixa velocidade no trecho onde houve o acidente e por isso não houve feridos.

Fonte: Redação / O Globo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS