Secretário estadual nega ter telefonado para Dirceu na prisão; SSP vai apurar

 

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou nesta sexta-feira (17) que irá apurar a denúncia de que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu teria falado ao celular no Complexo Penitenciário da Papuda, onde está preso desde o dia 16 de novembro do ano passado, após ter sido condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão.

 

Reportagem publicada nesta sexta-feira pelo jornal “Folha de S. Paulo” informou que Dirceu teria falado ao celular na semana passada com o secretário da Indústria, Comércio e Mineração do estado da Bahia, James Correia. A conversa, segundo a “Folha”, teria ocorrido no dia 6. Segundo a assessoria de imprensa da pasta, o resultado do processo será encaminhado à Vara de Execuções Penais (VEP). O resultado da apuração deverá transcorrer ao longo do mês de janeiro e tem um prazo de até 30 dias para ser concluído”, informou a secretaria em nota.

 

James Correia negou que tivesse mantido qualquer contato telefônico com José Dirceu na Papuda.Ele disse ainda que não visitou o ex-ministro da Casa Civil no complexo penitenciário e não tem previsão de ir ao local, em razão de compromissos na agenda.

 

O secretário afirmou ter vínculos de amizade com José Dirceu e contou que suas filhas são amigas das filhas do ex-ministro. Correia contou, ainda, que costuma receber as filhas de Dirceu em sua casa na Bahia durante períodos festivos e férias.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS