A maior fraude da história da Caixa: Quadrilha desvia R$ 73 mi da Mega-Sena

Operação realizada pela Polícia Federal neste sábado (18) em três Estados (Goiás, Tocantins e São Paulo), desarticulou uma quadrilha que desviou R$ 73 milhões da Mega-Sena, jogo de loteria da Caixa Econômica Federal.

A Caixa Econômica Federal informou à Polícia Federal que esta foi a maior fraude que a instituição financeira já sofreu em toda sua história.

O dinheiro do “falso prêmio” foi depositado em uma conta bancária aberta em Tocantinópolis (TO) e a partir dela distribuído para várias pessoas.

Um dos envolvidos, segundo o Estado apurou, é o suplente de deputado Ernesto Vieira Carvalho Neto, que participou dasdisputou a vaga em 2010 pelo PMDB do Maranhão na chapa da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Segundo os investigadores relataram ao Estado, ele teria comprado um avião com o dinheiro desviado da Caixa. Até o final da manhã deste sábado, a PF não o havia encontrado para cumprir o mandado de prisão expedido contra ele e outras quatro pessoas. Nenhuma delas foi presa até agora.

Conforme o banco, já foi recuperado 70% do dinheiro. O gerente da agência onde a conta foi aberta foi preso antes de a operação batizada de Éskhara ser deflagrada.

Fonte: Andreza Matais/Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS