Após desentendimentos, homem mata colega de trabalho na porta da empresa

O encarregado da fábrica de urnas funerárias São Gonçalo, Laércio Araújo de Jesus, 38 anos, foi assassinado com vários tiros no início da noite desta terça-feira (20). O crime foi cometido pelo colega de trabalho, Franklin Moreira Oliveira Silva, 23 anos.

 

Laércio estava saindo da fábrica, localizada na rua dos Operários, no Centro Industrial do Subaé (CIS), em Feira de Santana, quando foi surpreendido pelo acusado. Ele foi atingido por seis tiros e morreu na mesma hora no interior de um veículo.

O acusado do crime foi preso quatro horas depois quando tentava fugir para o estado de Minas Gerais. Policiais militares inteceptaram o ônibus em que Franklin viajava no município de Milagres. Em depoimento, ele alegou que matou o colega porque vinha sofrendo várias humilhações feitas por Laércio. “Descontei a raiva que tava sentindo dele. Fui chamado de burro, passei por constragimentos na frente de outros colegas e só me arrependo porque agora estou preso”, declarou.

 

De acordo com a delegada Dorean dos Reis Soares, da Delegacia de Homicídios, Franklin foi em casa após efetuar os disparos, pegou algumas roupas e o outro revólver, um calibre 32, e com a ajuda de familiares comprou uma passagem na rodoviária. Segundo a polícia, ele estava fugindo para a cidade de Taquitimunha (MG), onde a vó dele mora.

 

O acusado reside na Travessa Paraguai, no bairro Caseb. Laércio morava na rua Professora Celina Vital Moura, no bairro Subaé.

 

Fonte: Redação, com informações do Complexo Policial

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS