Tempo - Tutiempo.net

Condenado pelo STF, Moro se filia ao Podemos durante evento em Brasília

Moro se filia ao Podemos

Condenado pelo Supremo Tribunal Federal no primeiro semestre por causa da parcialidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ex-juiz Sérgio Moro formalizou nesta quarta-feira (10) a filiação dele ao Podemos.

O objetivo é disputar algum cargo nas eleições de 2022.

Moro não anunciou qual cargo vai concorrer no ano que vem, mas, de acordo com o portal G1, o evento do partido em Brasília (DF) o anunciou como ‘futuro presidente da república’.

O ex-juiz foi alvo de várias denúncias pelo Intercept Brasil, que divulgou trocas de mensagens dele com outros procuradores – a Vaza Jato.

De acordo com o as irregularidades, ele ajudava procuradores do Ministério Público Federal no Paraná na elaboração de denúncias.

Em uma das mensagens, trocadas em 16 de fevereiro de 2016 e incluída pela defesa de Lula na ação, o então magistrado pergunta se os procuradores têm uma “denúncia sólida o suficiente” contra Lula.

Moro também chegou a questionar a capacidade de a procuradora Laura Tessler em interrogar Lula.

Em outra conversa, de 28 de abril de 2016, Dalla­gnol avisou à procuradora que o então juiz o havia alertado sobre a falta de uma informação na denúncia de um réu — Zwi Skornicki, representante da Keppel Fels, estaleiro que tinha contratos com a Petrobrás.

De acordo com o levantamento, Moro alcança apenas 8%, seguido pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 6%, pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 2%, e pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), 1%.

Brasil/Fernando

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS