Tempo - Tutiempo.net

Em 43 horas de greve da PM Feira de Santana registrou 46 mortes violentas

Com início da greve da Polícia Militar na noite de terça feira (15) e o seu termino na tarde de quinta feira (18), ou seja 43 horas de greve, deixou um saldo de violência muito alto em Feira de Santana, foram 46 mortes violentas nesse período.

Os números não estão sendo contabilizados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. O secretário de Segurança divulgou, em entrevista que foram apenas 39 assassinatos em todo o Estado, notícia considera inverídica, porque só em Feira de Santana foram registrados 40 assassinatos, 5 autos de resistência e 1 latrocínio que vitimou um soldado da Polícia Militar.

As mortes violentas aconteceram nos seguintes bairros: Barroquinha; Centenário; Minadouro; Sobradinho; Fraternidade; George Américo; Mangabeira; Agrovila; Eucalípto; Panorama; Liberdade; Av.Maria Quitéria;Jardim Acácia; Distrito de Governador João Durval; Distrito de Maria Quitéria, Rua Nova; Distrito de Matinha; FeIRA VI; Feira X; Sítio Mathias; Expansão do Feira IX; Cidade Nova e Viveiros. Em várias dessas localidades foram registrados mais de uma morte violenta. 

As estatísticas computadas pela imprensa nessa greve da Polícia Militar ultrapassam todos os registros das duas últimas greves promovidas pelos policiais militares no Estado da Bahia.     

Fonte: Redação cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS