Tempo - Tutiempo.net

Em farmácia, mulher denuncia agressões do marido com um ‘X’ marcado na mão

Denúncia de agressão

Uma mulher de 40 anos pediu socorro após ser ameaçada de morte pelo companheiro em uma farmácia, em Rio dos Cedros, em Santa Catarina, mostrando um sinal de X desenhando na mão em vermelho.

O atendente entendeu o recado e chamou a polícia.

O caso ocorreu na última sexta-feira (2) e o suspeito está foragido. A Polícia Civil investiga o incidente.

À polícia, a mulher relatou que o companheiro ameaçou ela e a filha de 10 anos.

Ambas estavam na farmácia no momento em que ela pediu ajuda, enquanto o homem esperava no carro. Percebendo o que ocorria, ele fugiu antes da polícia chegar.

De acordo com a vítima, as ameaças ocorriam há anos, mas ela nunca havia conseguido denunciar.

Na casa do suspeito a polícia apreendeu uma espingarda e munições. A mulher e a filha recebem proteção, informou a Polícia Civil.

O sinal de X faz parte do serviço de denúncia “Sinal Vermelho”, criado pelo Conselho Nacional de Justiça, que está disponível em diversas cidades do país.

O serviço treina funcionários de farmácias e drogarias para receberem denúncias de violência doméstica e encaminhar o caso para a polícia.

A vítima pode dizer ao atendente “preciso de uma máscara roxa” ou mostrar um “X” desenhado na mão ou em um papel.

RPP

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS