Tempo - Tutiempo.net

Empresário ria enquanto agredia namorada grávida que se jogou do 5º andar na Bahia

Empresário Igor Costa Campos

Desesperada para fugir das agressões, mulher grávida se jogou do 5º andar de prédio de luxo em Salvador. A vítima recebeu murros no rosto, chutes, puxões de cabelo e até cabeçadas.

O empresário Igor Costa Campos dava risadas enquanto espancava a vítima, além de afirmar que a companheira “merecia” ser agredida

Igor Costa Campos, de 39 anos, foi preso em flagrante por espancar a namorada grávida em um prédio de luxo em Salvador (BA). Desesperada para fugir das agressões, a vítima se jogou do 5º andar e sobreviveu à queda.

Segundo o inquérito policial, o empresário “ria enquanto praticava as agressões” com socos, chutes e, inclusive, ao usar a própria testa para ferir a namorada, diz o documento.

O Tribunal de Justiça da Bahia converteu a prisão em flagrante do empresário em prisão preventiva.

As agressões iniciaram por uma crise de ciúmes de Igor, que acusou a namorada de se relacionar com “conhecidos” dele.

No dia em que as agressões ocorreram, no domingo (9), os dois haviam saído e, ao retornarem ao apartamento onde moravam em uma área nobre de Salvador, o empresário questionou a companheira sobre uma suposta traição. Ela negou e ele passou a agredi-la.

“Ele a agrediu com murros no rosto, batia a testa dele na testa da vítima; ele deu chutes [na namorada] e a jogou no chão; ele puxou tanto os cabelos da [vítima] que a cabeça dela está ardida”, diz trecho do inquérito policial.

Conforme o inquérito, o empresário também a teria chamado de “put*”, “nojenta”, “falsa” “lixo” e afirmado que ela “merecia” ser agredida por ser “uma vagabunda”. “Isso que você merece, sua put*, vagabunda. Acha que vai me enganar?”, teria dito Igor.

A mulher explicou que, após conseguir se desvencilhar do empresário, se trancou no quarto. Segundo a vítima, Igor tentou abrir a porta do cômodo em que ela estava e, por temer que ele conseguisse abri-la, “em um ato de desespero, para não apanhar mais, se jogou da janela do apartamento”.

Igor teria feito uso de drogas, segundo a vítima. Ela contou em depoimento que o empresário usou “pó (cocaína), e bebida alcoólica”. A mulher sofreu múltiplas fraturas no corpo, mas já recebeu alta hospitalar. Não há informações referentes à saúde do bebê.

Com informações da policia

OUTRAS NOTÍCIAS