Tempo - Tutiempo.net

Mais uma vítima de feminicídio no Brasil, a vítima chama-se Andreia Araújo

Andrea Araujo e o seu algoz

Andreia Campos Araújo, de 28 anos, é a mais nova vítima de feminicídio no Brasil. Ela estava grávida de 3 meses e foi assassinada pelo marido, Marcelo Kroin, de 39 anos.

O crime aconteceu na madrugada deste domingo em Jaraguá do Sul (SC), por volta das 3 horas, mas o corpo da vítima só foi encontrado muitas horas depois.

Marcelo Kroin tem passagens criminais por violência doméstica, ameaça contra a mulher e agressão. Em depoimento, ele confessou que matou Andreia.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 18h30 do domingo após denúncias de vizinhos. Ao chegar no local, os policiais encontraram o corpo de Andreia Araújo enrolado em um cobertor dentro do carro.

Marcelo Kroin foi preso em flagrante. Ele disse que a esposa morreu depois de uma briga do casal. O homem afirmou ter dado um soco em Andreia, que caiu no chão e bateu a cabeça.

O marido tentou justificar o crime alegando que na noite anterior teria ido a uma festa com a mulher, mas após uma discussão, ela permaneceu no evento e ele voltou para casa. Quando Andreia chegou em casa, eles teriam recomeçado a briga e, segundo ele, com uma faca, a vítima teria ameaçado matá-lo.

O homem diz ter dado um soco na esposa “que bateu a cabeça no chão e em seguida deu alguns suspiros e morreu”, conforme relato à PM.

Depois de matar Andreia, o marido tentou fugir com o corpo dela. Às 14h do domingo, ele dirigiu até a cidade vizinha com a esposa morta dentro do carro, mas “sem saber o que fazer, voltou para casa com o corpo no veículo”.

Marcelo Kroin deve responder pelo crime de feminicídio e pode pegar de 12 a 30 anos de prisão. Além de grávida, Andreia era mãe de uma menina de 10 anos.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS