Tempo - Tutiempo.net

Médico é condenado a 41 anos de prisão após matar namorada grávida

O réu e a vítima

Fernando Veríssimo de Carvalho, médico de 30 anos, foi condenado a 41 anos e oito meses de prisão após matar, Beatriz Milano, sua namorada, com uma pancada na cabeça.

O caso aconteceu em 2018, quando a vítima estava grávida de cinco meses.

Beatriz foi encontrada morta na casa onde o casal morava, em Rondonópolis (MT).

Segundo informações da perícia, a morte de Beatriz foi causada por golpes recebidos na cabeça. Sinais da agressão indentificados confirmaram a morte por traumatismo craniano.

Fernando foi condenado por homicídio quadruplamente qualificado e aborto sem consentimento.

Desde 2018, ele estava no presídio em Rondonópolis aguardando seu julgamento.

O júri popular, que aconteceu quarta-feiraontem (10), teve duração de 10 horas.

Conforme a sentença, o médico deve cumprir a pena em regime fechado.

Com informações do IG

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS