Tempo - Tutiempo.net

Milionária é presa acusada de encomendar morte de marido em SP

Casal estava junto há 4 anos e teriam se conhecido por aplicativos de relacionamento

Um  homem de 42 anos foi encontrado morto em São Paulo e sua esposa e um funcionário foram presos, nesta terça-feira (29), como principais suspeitos do crime.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, Vitor Lúcio Jacinto, teve o assassinato encomendado pela esposa, identificada como Anne Cipriano Frigo. O crime teria sido comentido pelo funcionário do casal Carlos Lex Ribeiro de Souza.

Segundo informações do programa Brasil Urgente, da Band, o casal havia se conhecido em um aplicativo de relacionamentos e estava junto há quatro anos.

Os dois moravam juntos em um apartamento avaliado em R$ 20 milhões na Vila Nova Conceição, bairro nobre na zona sul da capital paulista.

Vitor trabalhava de segurança em um restaurante e virou corretor de imóveis quando os dois assumiram o relacionamento. Carlos, de 38 anos, trabalhava para o casal também como corretor.

O crime teria sido motivado, segundo a polícia, pela descoberta de um relacionamento extraconjugal de Vitor. Anne então decidiu encomendar a morte do marido a Carlos que, pela execução, receberia R$ 200 mil.

O corpo de Vitor Lúcio foi encontrado no dia 18 de junho, próximo à represa de Guarapiranga, na zona sul de São Paulo.

Os restos do corpo foram carbonizados no rosto e nos pés, de forma a tentar atrapalhar a identificação. A causa da morte, segundo os exames, foi um tiro no coração.

Anne havia registrado o desaparecimento do marido, mas a Polícia Civil passou a investigá-la depois que o corpo foi encontrado.

A prisão temporária de ambos foi decretada nessa segunda-feira (28/6), com prazo prorrogável por mais 30 dias.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS