Tempo - Tutiempo.net

MPF abre inquérito para investigar redução das ações de combate ao desmatamento na Amazônia

(Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas abriu um inquérito civil público para apurar a suspeita de redução nas ações de combate ao desmatamento feitas pelo governo Jair Bolsonaro e a contratação de uma nova empresa para monitorar o desmatamento na Amazônia. O MPF também investiga, por meio de outras duas ações, o Fundo Amazônia e o desmatamento na região do município de Apuí.

O inquérito civil foi aberto em 31 de julho pelo procurador Filipe Pessoa de Lucena para “apurar notícia de política de tolerância adotada pelo Ministério do Meio Ambiente com a redução das atividades fiscalizatórias, o aumento do desmatamento e o enriquecimento ilícito de desmatadores e grileiros”.

Ainda segundo a portaria de instauração do inquérito, as investigações também devem ser estendidas sobre a contratação de uma empresa privada para realizar o monitoramento do desmatamento na Amazônia, apesar do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe) já realizar este trabalho.

Abertura do inquérito vem na esteira das críticas feitas por Jair Bolsonaro contra a divulgação de dados referentes ao desmatamento e que resultaram na demissão do então presidente do Inpe Ricardo Galvão.

Brasil 247

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS