Pai mata filho viciado em drogas e familiares dizem ter sido legítima defesa

Conduzido por Policiais Militares no sábado (27) para a Delegacia de Homicídios, José Rios dos Santos, lavrador, residente na fazenda Lagoa Grande, distrito de João Durval, acusado de ter assassinado na própria residência a golpes de faca o filho, Josemir Freitas dos Santos, de 26 anos.

O crime ocorreu no final da tarde de Sexta feira (26).

Ao prestar depoimento, José Rios, alegou ter cometido o crime em legítima defesa. O filho era usuário de drogas e bebida alcoólica.

Josemir chegou em casa dos pais bastante transtornado, quebrando tudo. Quando o pai entrou residência ele teria partido para cima dele armado com uma faca e a tragédia se consumou.

Familiares testemunharam o ocorrido, o aposentado

e pai de Josemir tentou tomar a faca das mãos do filho, nessa tentativa terminou com cortes nas mãos e no corpo. O aposentado durante o depoimento ainda estava bastante perturbado pelo ocorrido.

Segundo declaração de vários parentes, o jovem havia agredido na semana passada outros familiares.

A delegada plantonista, Edileusa Sueli, após ouvir o depoimento do aposentado o liberou, afirmando que: “O crime ocorreu ontem, mas ele não foi perseguido por populares ou por policiais, sendo que não se encaixa na questão de flagrante; haja vista que foi uma apresentação espontânea. Os parentes relataram que foi uma questão de legitima defesa, mesmo assim ele vai responder um processo na justiça.”

Fonte: Redação/Delegacia de Homicídios

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS