Tempo - Tutiempo.net

Preso acusado de assassinato dentro do Hospital Clériston Andrade

A polícia de Feira de Santana prendeu na tarde desta segunda-feira (14), José Ricardo Macedo Santos Leão, 21 anos, também conhecido como “Peroba”, residente no conjunto Feira IX. Ele é acusado de matar Fabrício Lima, no interior do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), na noite de sábado (12).

 

 

“Peroba” foi detido na Estação Rodoviária quando se preparava para fugir para Salvador. A arma do crime foi encontrada em seu poder. Na Delegacia de Homicídios (DHPP0, confessou o assassinato e não demonstrou nenhum arrependimento e ainda fez questão de posar com arma do crime, um revólver calibre 38.

 

Ele contou que matou José Fabrício, que era conhecido como “Chocolate” porque a vítima o ameaçava e tinha tirado a vida de amigo. Disse ainda que tentou matá-lo no Nova Esperança e que foi até o hospital para completar o crime.

O acusado não quis dar detalhes sobre o acesso dele e do comparsa ás dependências do HGCA, nem como sabia do quarto onde a vítima se recuperava de um tiro na perna.

 

Demonstrando frieza, “Peroba” disse que não se arrependia do que descarregou todas as balas do revólver em José Fabrício. Ele ainda ironizou por causa do apelido da vítima. ” Chocolate morreu, a gente tem que comemorar. Chocolate foi embora antes da páscoa; comí chocolate antes da páscoa”, finalizou.

 

De acordo com o delegado Ricardo Brito, Coordenador Regional de Polícia, informou que José Ricardo, o “Peroba”, integra uma quadrilha que costuma agir na região do bairro Aviário. Ainda de acordo com o delegado, a polícia está investigando como ele e o comparsa entraram no hospital. Sobre o parceiro de “Peroba”, o delegado disse que sua prisão deve acontecer nas próximas horas.

 

José Ricardo foi autuado em flagrante e será encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

RELEMBRE O CRIME

 

Dois homens armados conseguiram entrar no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), após pularem o muro dos fundos da unidade, percorrerem por quase todo o hospital em busca do alvo e após achá-lo no leito 114 da sala105, atiraram contra ele várias vezes. O fato aconteceu na noite deste sábado (12) na presença da mãe da vítima que chegou a ser ameaçada pelos assassinos. 

 

José Fabrício Lima dos Santos, 32 anos,  foi internado horas antes após sofrer uma tentativa de homicídio no bairro Nova Esperança. Atingido por um tiro na perna, José conseguiu fugir pedindo carona em uma carroça até o bairro Sobradinho, onde encontrou socorro no módulo da Polícia Militar em frente ao Colégio Assis Chateaubriand e foi levado ao HGCA.

 

 

Horas depois, quando se recuperava da cirurgia que removeu a bala, José foi surpreendido pelos mesmos homens que tentaram lhe matar anteriormente. Durando o crime, uma acompanhante de outro paciente, Maria da Anunciação de Jesus saiu ferida com um tiro de raspão na orelha.

 

Com os estampidos dos disparos, houve corre-corre dentro do hospital. Muitos pacientes e acompanhantes ficaram assustados e tiveram que receber atendimento médico. Na unidade haviam dois policiais de plantão, mas no momento do crime estavam no posto da PM que fica na entrada da emergência. A vítima morava na rua 7 de setembro, bairro Jardim Acácia.

Fonte: Central de policia/ Foto: central de polícia.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS