Tempo - Tutiempo.net

Primo de Davi Alcolumbre é preso pela PF na investigação de sua relação com traficantes do Amapá e a FARC

Isaac Alcolumbre preso por tráfico de drogas

Na quarta-feira (20), uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) contra um grupo envolvido com tráfico internacional de drogas investiga a relação de traficantes do Amapá com integrantes das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), segundo a Folha de São Paulo.

Durante a operação batizada de Vikare, a PF prendeu Isaac Alcolumbre, primo do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Isaac já foi deputado estadual pelo Amapá, e, segundo a mídia, a apuração visa saber se o aeródromo de propriedade do ex-deputado dava apoio logístico para aeronaves utilizadas no tráfico de drogas.

Outra pessoa detida foi uma colombiana apontada por investigadores como elo do grupo com a guerrilha. No local, a PF encontrou armas durante as buscas realizadas com autorização da Justiça.

Além de fornecer combustíveis de forma irregular, em quantidade muito acima da necessária para os voos, os aviões decolavam do aeródromo sem plano de voo e passavam por mudanças internas para transportar a droga.

​De acordo com o G1, o ex-deputado negou as acusações de tráfico de drogas completando que “não está envolvido em nada”, e detalhou ainda que comunicou “por vezes” à polícia sobre suspeitas, porém não detalhou os crimes.

“Com relação a outras acusações das quais ainda não tenho informações faremos a defesa no momento oportuno. Tenho um hangar [aeródromo], onde recebo várias aeronaves diariamente, por vezes já comuniquei a polícia sobre suspeitas, inclusive proibido pouso e decolagem”, afirmou.

Ainda segundo a mídia, a operação cumpriu 51 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Pará, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Ceará e Piauí.

Com informações do Sputnik

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS