Tempo - Tutiempo.net

DJ Ivis tenta se vitimizar após espancar a ex-esposa; mulher faz desabafo

Deveria ser preso imediatamente

Vídeos do cantor e produtor musical DJ Ivis agredindo a ex-companheira foram divulgados nas redes sociais neste domingo (11). Nas imagens, o artista aparece dando socos, chutes e puxões de cabelo na ex-esposa, Pamella Holanda, que tem 27 anos.

Em um vídeo, as agressões acontecem na frente da babá, que em alguns momentos tenta afastar o cantor. Em um outro momento, um homem assiste à agressão, mas não interfere. Pamella também divulgou fotos de ferimentos na boca.

Em uma publicação em uma rede social, o DJ Ivis tentou se justificar. Ele afirmou que as imagens divulgadas pela ex-esposa não mostram todo o conflito e que os vídeos foram editados.

“Eu sempre tentei fazer de tudo para que isso não chegasse a esse extremo […] eu não aguentava mais as ameaças”, disse.

A produtora Vybbe, responsável pelo gerenciamento da carreira do DJ Ivis, informou que desligou o artista da empresa, após a divulgação dos vídeos.

Xand Avião, dono da produtora, também divulgou um vídeo falando que não compactua com agressão.

“Não admito, nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação”, afirmou Xand.

Juíza nega pedido de DJ

A juíza Maria José Sousa Rosado de Alencar, da Comarca de Fortaleza, negou o pedido do advogado do DJ Ivis para remover o conteúdo em que ele aparece agredindo a ex.

O músico também pedia que Pamella fosse proibida de comentar sobre o assunto com a imprensa, “principalmente onde citem a filha menor”, o que também foi negado na Justiça. O pedido foi feito pelo DJ neste domingo (11), horas após a ex publicar em rede social as imagens.

Na decisão, a juíza Maria José, que estava no Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), afirma que é “impossível analisar o pedido, além do que a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria afronta ao direito fundamentada livre expressão da imprensa”.

A juíza informou na decisão que não verificou no conteúdo divulgado por Pamella “qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão”.

“A falta de veracidade ou eventuais excessos veiculados em matérias de internet deverão ser apurados posteriormente, sendo incompatível com o regime de plantão judiciário, pelo que deixo de acolher os pedidos formulados em tutela de urgência”, diz um trecho da decisão.

“Não aguentava mais”

A vítima Pamella Holanda relatou que sofreu por bastante tempo até ter coragem para denunciar o ex-marido. “Eu me calei por muito tempo!

Eu sofria com minha filha, sem apoio até dos que diziam estar ali pra ajudar, que eram coniventes e presenciavam tudo calados sem interferir com a desculpa que eu tinha que aguentar calada porque era o ‘jeito dele’, era esse o ‘temperamento dele’ e que se eu quisesse viver com ele, teria que me sujeitar e ser submissa. Não se calem!!! Não se calem jamais!!! Eu não vou me calar!”

Pamella também agradece o apoio que tem recebido e afirma que não está bem, mas que ela e a filha de 9 meses, fruto do casamento com DJ Ivis, estão seguras. “Hoje o meu choro é de alívio”.

O prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT), divulgou na manhã desta segunda-feira mensagens de apoio a Pamella Holanda.

“A violência contra a mulher é inadmissível e se torna ainda mais cruel e repugnante na presença de filhos. Minha solidariedade à Pamella Holanda e a todas as mulheres que lamentavelmente sofrem com a violência doméstica”, escreveu Sarto nas redes sociais.

Inquérito policial

A Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar o caso.  De acordo com a Polícia, as últimas agressões ocorreram no dia 1º de julho, mas a vítima registrou o caso no dia três, não sendo possível lavrar o flagrante.

Além disso, desde o dia do registro da ocorrência, a Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor da vítima. Desde então, o caso segue em investigação.

RPP

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS