Tempo - Tutiempo.net

Roberto Jefferson é condenado pela justiça por ataques homofóbicos a Eduardo Leite

Roberto Jefferson

O presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, foi condenado a pagar R$ 300 mil por ofensas homofóbicas contra o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

A decisão foi emitida na sexta-feira (10) pela 16ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre.

De acordo com o magistrado, em uma das ofensas nas redes sociais, Jefferson “incitou de forma chula o preconceito contra homossexuais a partir da criação de factoides”.

Em outro comentário, dessa vez em entrevista a uma emissora de rádio de Porto Alegre, o político “induziu e incitou discriminação e preconceito de orientação sexual ao associar à suposta condição de homossexual do governador do estado qualidades negativas”.

Segundo informa o juiz Ramiro Oliveira Cardoso, que acatou a denúncia feita pelo Ministério Público (MP) do RS.

Em agosto, o presidente do PTB foi preso por suspeita de participação em uma milícia digital voltada a ataques à democracia.

Desde o dia 5 de setembro,  o ex-deputado federal está internado em um hospital do Rio de Janeiro. Jefferson trata de uma infecção nos rins.

Com informações do IG

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS