Tio mata sobrinho e deixa outro baleado por causa de lâmpada acesa

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Um desentendimento em família por causa de uma luz acesa resultou na morte de um homem de 37 anos, na zona leste de São Paulo, na noite de segunda-feira (16). O tio da vítima, um pintor de paredes de 64 anos, é o acusado do crime. Ele teria discutido com dois sobrinhos por causa da lâmpada acesa e atirado contra eles.

 

O sobrinho sobrevivente, que prefere não ser identificado, contou que seu irmão, que tinha passagens pela polícia por roubo e tráfico, entrou na briga e levou um tiro na barriga. Os dois sobrinhos do atirador foram socorridos por vizinhos e conduzidos a um hospital. O homem, que levou o tiro na barriga, teve três paradas cardíacas e morreu no começo da madrugada. O suspeito, de 64 anos, nem chegou a fugir do local.

 

Segundo testemunhas, os conflitos entre o pintor de paredes e alguns parentes são antigos. O suspeito não tinha passagem pela polícia e, mesmo alegando legítima defesa, acabou preso em flagrante. A arma usada no crime foi apreendida junto com munições de calibre restrito.

 

Fonte: Redação, com informações do R7

OUTRAS NOTÍCIAS