Tempo - Tutiempo.net

Versão de Roberto Dias de que foi tomar um chope e negociou vacinas bomba nas redes

Roberto Dias Ferreira chega para depor na CPI do Genocídio

A versão do diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, que em depoimento à CPI do Genocídio nesta quarta-feira (7) disse que iniciou as negociações com o PM Luis Paulo Dominguetti, que se diz representante da empresa Davati Medical Supply, enquanto tomava um chope com o amigo José Ricardo Santana em um restaurante em Brasília no dia 25 de fevereiro.

“Depois de quantos chopes vcs começam a negociar vacina? É pro meu TCC”, ironizou a cantora Teresa Cristina.

Quanto cinismo nesse depoimento de Roberto Dias.

Os caras dizem que se encontraram por acaso p/ um chope e no outro dia estão todos no Ministério da Saúde negociando 400 milhões de doses de vacina”, tuitou o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Diretor do Ministério da Saúde suspeito da propina diz que reunião clandestina aconteceu por acaso.

Twitter

Um homem diz que tem 400 milhões de doses de vacina senta contigo na praça de alimentação de um shopping e você pede 2 bilhões de reais em propina. Quem nunca?”, escreveu Guilherme Boulos.

FRED FERNANDES –  estou aqui querendo vender vacina e não aparece ninguém para comprar.

“Foda quando você está tomando um chopp casual com um bróder e chega um pm querendo te vender 400 milhões de doses de vacina”, escreveu Pedro Leite.

Plinio Teodoro

Esse é o fiel retrato do governo Bolsonaro. – cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS