César Borges nega falta de poder em cargo ministerial

Em resposta ao que foi publicado na coluna Holofote, da Revista Veja, assinada pelo jornalista Otávio Cabral, de que teria se queixado sobre uma possível falta de tinta em sua caneta à frente do Ministério dos Transportes, como também da dificuldade em ser recebido pela presidente Dilma Rousseff (PT), César Borges negou que teria reclamado de falta de poder no cargo e que nunca solicitou audiência com a presidenta Dilma Rousseff. De acordo com nota divulgada à imprensa, o ministro nunca mostrou-se insatisfeito também quanto à demora da Casa Civil em autorizar a contratação de novos assessores uma vez que ainda avalia a necessidade de substituições na Pasta.

O ministro afirmou ainda que não pensa em candidatar-se a deputado federal.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS