De um lado coragem e altivez de outro esperteza

Duas decisões, tomadas pela presidente eleita Dilma Rousseff e pelo interino Michel Temer, reforçam o contraste abissal entre os dois personagens.

Ontem, Dilma anunciou que irá pessoalmente ao Senado fazer sua própria defesa no processo de impeachment, que o mundo civilizado e esclarecido enxerga como um golpe parlamentar.

“Será a manifestação de uma presidente que irá ao Senado e que está sendo julgada por um processo de impeachment sem crime de responsabilidade”, disse Dilma, que disse também não temer a agressividade de senadores alinhados com o golpe de 2016. “Nunca tive medo disso. Aguentei tensões bem maiores na minha vida. É um exercício de democracia”, ressaltou.

Enquanto Dilma se expõe, Temer decidiu se esconder, no momento em que as atenções do mundo estão voltadas para o Brasil em razão da Rio 2016.

Neste domingo, pela primeira vez na história, uma cerimônia de encerramento olímpica não terá a presença do chefe de estado – ainda que provisório – do país anfitrião.

Temer não irá porque, depois de ter recebido uma vaia de 105 decibéis na cerimônia de abertura, tenta evitar que outra onda sonora de rejeição do povo brasileiro – 79% querem sua saída – influencie senadores, antes da votação decisiva.

É uma situação tão inusitada que o Comitê Olímpico Internacional ainda não sabe quem passará o bastão olímpico ao primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, que vem ao Brasil especialmente para isso, uma vez que Tóquio sediará os Jogos de 2020.

Além disso, enquanto Dilma propõe reforma política e novas eleições, Temer retoma práticas da velha política, transferindo o controle das verbas contra seca aos coronéis do PMDB.

Se, de um lado, a presidente eleita, que recebeu 54 milhões de votos demonstra coragem e altivez, o interino, que busca 54 votos apenas no Senado, se esconde do público, ao mesmo tempo em que tenta agradar aliados de ocasião no Congresso.

Leonardo Attuc

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS