Deputada petista diz que Zé Neto quer atropelar luta das mulheres

A deputada petista Luiza Maia protocolou na semana passada uma CPI para apurar o tráfico de mulheres na Bahia. Na ocasião, ela deu uma entrevista para a imprensa da capital afirmando que , caso a CPI não fosse instalada, seria “por implicância” do líder da maioria, deputado Zé Neto (PT) e a mesma iria rodar a baiana. Pois bem, nesta terça-feira (4), na Tribuna da Casa, a deputada afirmou que o líder do governo não pode atropelar a luta das mulheres na Bahia e ameaçou que, se o líder do governo, não indicar os membros para a Comissão começar a funcionar, “no estado que é o terceiro em fornecimento de mulheres para o tráfico humano no Brasil e no exterior” vai requerer a Mesa Diretora da Casa uma questão de ordem nessa direção.
Zé Neto rebateu às críticas da deputada dizendo que não gostou dos termos usados por ela e que está aberto a ouví-la. Ele também chegou a comentar que Luiza precisa apresentar qual objeto da CPI,que, segundo o deputado, não tem um foco.
O presidente da Casa, Marcelo Nilo, presente à sessão, diante do impasse entre os petistas (Zé Neto não respondeu a Luiza Maia em plenário) adiantou que, se até na próxima semana, a liderança do governo não fizer a indicação, ele o fará.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS