Dilma se reúne com ministros para definir agenda pré-eleitoral e dá bronca

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A presidente Dilma Rousseff cobrou neste sábado (2), em reunião ministerial que durou cerca de sete horas, a execução das obras de infraestrutura e a garantia da agenda de inaugurações em 2014, ano eleitoral. Participaram do encontro 15 ministros de Estado e o presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda.

A cobrança aos ministros era esperada. A expectativa era que Dilma cobrasse de cada área resultados que serão entregues nos últimos dois meses deste ano e no primeiro semestre de 2014, quando se encerra o prazo para participação de candidatos em inaugurações de obras. A prioridade são os projetos e obras de infraestrutura e da área social.

A presidente averiguou com cada ministro a quantas andam os projetos e as obras dessas pastas e o que precisa ser acelerado para ser incluído na sua agenda de inaugurações dentro do prazo permitido pela legislação (até junho).

Também se esperava que a presidente anunciasse que quer intensificar os eventos do Mais Médicos, a entrega de unidades do Minha Casa Minha Vida, a construção de creches, a distribuição de máquinas para as prefeituras e as cerimônias de formatura do Pronatec (ensino técnico). São essas ações que ela usará como marca de sua gestão durante a campanha.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS