EDUARDO CUNHA NEGRA APREENSÃO E ESPERO QUE INVESTIGAÇÃO NÃO SEJA POLÍTICA.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Citado na lista do procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), negou que esteja apreensivo porque “já foi vítima de ‘alopragem‘ e está pronto para esclarecer”.

O peemedebista negou, no entanto, que tenha sido avisado da investigação:

‘Nenhuma apreensão, estou absolutamente tranquilo. Já fui vítima de uma “alopragem” há dois ou três meses e se essa “alopragem” não foi suficientemente esclarecida que o seja. E qualquer outra “alopragem” que possa aparecer estarei pronto sempre a esclarecer. Ninguém está imune absolutamente a nenhum tipo de investigação’, disse Cunha.

Por ora, o parlamentar disse que a noticia é só “uma especulação”, mas diz esperar “que não sejam investigações de natureza política”.

Cunha classificou ainda de absurda a hipótese de um parlamentar vir a renunciar caso o nome venha a aparecer na lista: “Isso é um absurdo”.

Fonte: AG/Jorge Nagel

OUTRAS NOTÍCIAS