Tempo - Tutiempo.net

“Ele tem que pedir desculpas ao Brasil e a mim”, diz Lula sobre Milei: “falou muita bobagem”

Questionado sobre as negociações com a Argentina para que bolsonaristas foragidos sejam deportados ao Brasil para responderem pelos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023, o presidente Lula (PT) falou de sua relação com o mandatário argentino, o ultradireitista Javier Milei, com quem ainda não manteve uma conversa direta.

Lula disse, em entrevista nesta quarta-feira (26) ao UOL, entender que Milei deve desculpas a ele e ao Brasil: “eu não conversei com o presidente da Argentina porque eu acho que ele tem que pedir desculpas ao Brasil e a mim. Ele falou muita bobagem. Eu só quero que ele peça desculpas”.

Por outro lado, o presidente esclareceu que não deixará seu desentendimento com Milei atrapalhar as relações diplomáticas e comerciais entre os dois países.

“A Argentina é um país que eu gosto muito, um país muito importante para o Brasil, o Brasil é muito importante para a Argentina e não é um presidente da República que vai criar uma cizânia entre o Brasil e a Argentina.

O povo do Brasil e da Argentina são maiores que os presidentes e eles querem viver bem e em paz. Então se o presidente da República da Argentina governar a Argentina já está de bom tamanho, não tente governar o mundo”.

Mieli já proferiu diversos ataques contra Lula e o Brasil. Em fevereiro, ele retuitou várias mensagens mentirosas, incluindo uma que falava sobre uma suposta “ditadura Lula”.

O argentino também já disse que”a esquerda nas suas diferentes versões é o câncer da humanidade”, pouco depois de citar Lula. Durante a campanha presidencial, Milei ainda chamou o chefe do Executivo brasileiro de “comunista furioso”. Anteriormente, já havia classificado Lula como “presidiário comunista”.

Brasil

Milei é um desmiolado, está mais para “Intérprete de Cachorro ” do que presidente da Argentina.

Cljornal

OUTRAS NOTÍCIAS