Tempo - Tutiempo.net

Eleitores de terceira via, intelectuais e professores declaram voto em Lula no primeiro turno derrotando o fascismo

LULA 13

A campanha lançada pelo colunista Merval Pereira, do Globo, contra o voto útil deflagrou um movimento inverso.

A partir da conscientização de que qualquer voto contra a chapa Lula-Alckmin, no contexto atual, é uma posição de apoio a Jair Bolsonaro e à possibilidade de destruição completa do que restou da democracia brasileira.

Vários professores, intelectuais e eleitores da chamada terceira via se posicionaram a favor do voto útil em Lula – o que pode garantir a vitória em primeiro turno.

Apoios.

Michel Gherman
@michel_gherman

A campanha lançada pelo colunista Merval Pereira, do Globo, contra o voto útil deflagrou um movimento inverso. A partir da conscientização de que qualquer voto contra a chapa Lula-Alckmin, no contexto atual, é uma posição de apoio a Jair Bolsonaro e à possibilidade de destruição completa do que restou da democracia brasileira, vários professores, intelectuais e eleitores da chamada terceira via se posicionaram a favor do voto útil em Lula – o que pode garantir a vitória em primeiro turno. Confira, abaixo, algumas manifestações.

João Prates Romero
@João_P_Romero
Seguindo o comentário do @dbelemlopes. Nas últimas 4 eleições, no 1o turno, votei em Cristovam, Plínio, Dilma e Ciro. Em 2022, vou de @LulaOficial no 1o turno, pois a ameaça de golpe é real e se agrava a cada dia. É preciso uma vitória maiúscula pra dificultar questionamentos.João
Antonio Tabet
@antoniotabet
As eleições deste ano simplesmente não permitem que instituições e até veículos de imprensa optem por não tomar partido. O que está em jogo não é só uma ideologia, é o que nos resta de civilidade, humanidade e esperança. Não tomar partido já é tomar partido. O da situação.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS