INVESTIGAÇÃO SOBRE FURNAS ESTÁ PARADA HÁ 4 ANOS

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Hidroelétrica de Furnas

Uma reportagem especial do jornalista Alfredo Mergulhão revela que a investigação sobre o chamado mensalão de Furnas, operado por Dimas Toledo, diretor indicado para a estatal pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), voltou praticamente à estaca zero.

A denúncia surgiu em 2005, quando o então deputado Roberto Jefferson, do PTB, delator do chamado ‘mensalão’, afirmou que havia um esquema semelhante em Furnas, que vinha desde o governo FHC.

O caso começou a ser investigado pelo Ministério Público Federal, quando a procuradora Andréa Bayão denunciou 11 pessoas à 2.ª Vara Federal Criminal do Rio, em 25 de janeiro de 2012, entre elas o ex-diretor Dimas Toledo.

Recentemente, Furnas voltou a frequentar o noticiário porque os diversos delatores citaram o senador Aécio como um dos responsáveis pelo esquema – primeiro, o doleiro Alberto Yousseff; depois, o lobista Fernando Moura.

No entanto, após a denúncia da procuradora, o juiz Roberto Dantes de Paula, da Justiça Federal no Rio, entendeu que a análise da denúncia competia à Justiça estadual, pelo fato de Furnas ser uma empresa de capital misto.

Isso fez com que o caso passasse para a Polícia Civil do Rio de Janeiro, que, quatro anos depois, não concluiu seu inquérito sobre o caso.

“O caso ficou conhecido como “lista de Furnas” e envolvia políticos supostamente beneficiados com dinheiro desviado da estatal com sede no Rio.

O esquema reproduzia o praticado no mensalão, segundo a procuradoria. A corrupção em Furnas foi citada nas delações premiadas do doleiro Alberto Youssef e do lobista Fernando Moura, na Operação Lava Jato.

Ambos apontam o senador Aécio Neves (PSDB-MG) como beneficiário de desvios. Ele nega”, diz a reportagem de Alfredo Mergulhão.

Neste domingo, o repórter investigativo Joaquim de Carvalho também publicou um perfil completo sobre Dimas Toledo. (Leonardo Attuch)

O que a grande mídia pode dizer a esse respeito, a não a comprovada omissão nas denúncias e nas cobranças de apuração, será ela também está envolvida no recebimento de propinas?

Por que qualquer denúncia envolvendo integrantes da oposição não são investigadas, principalmente quando envolve Aécio Neves e integrantes da cúpula do PSDB?

Como podemos acreditar na seriedade e imparcialidade da nossa justiça? (cljornal)

OUTRAS NOTÍCIAS