O Dia: “táxi da propina” estava na garagem de Eduardo Cunha

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Dentro da casa de Eduardo Cunha, na Barra da Tijuca, está estacionado um táxi de Nilópolis placa LSM 1530.

O carro, um Touareg modelo 2014, está registrado em nome de Altair Alves Pinto, que, segundo o delator Fernando Falcão Soares, o Fernando Baiano, é homem de confiança de Cunha.

Num de seus depoimentos, Baiano, disse que fizera diversas entregas de dinheiro a Altair.

Os valores, segundo ele, eram destinados a Eduardo Cunha. Segundo o delator, uma das remessas, entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão, era referente a propina relacionada à contratação de navio-sonda da Petrobras.

Fabricado na Eslováquia, um Touareg zero quilômetro custa em torno de R$ 230 mil.

Com isso se confirma qu o delator Fernando Baiano não mentiu. Não existe nenhuma possibilidade de se provar o contrário, se a justiça brasileira tivesse o mesmo peso e a mesma medida, Delcídio já tinha outro colega de sela.

Se o Conselho de Ética da Câmara Federal também tivesse o Eduardo Cunha já teria sido afastado da presidência da Casa.

Fernando Brito/cljornal

 

OUTRAS NOTÍCIAS