Presidente Dilma vai cancelar viajem aos Estados Unidos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A presidente Dilma Rousseff firmou que sem uma resposta razoável do governo dos Estados Unidos para as espionagens realizadas pela Agência de Segurança Nacional (NSA), fato que até o momento não aconteceu, ela não aceitará convite de Barack Obama para visitar o de Estado a Washington.

A decisão definitiva deve ser anunciada a partir de segunda feira (16), logo após o encontro da Presidente com o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo.

A decisão deve acontecer antes da viagem da presidente à Nova Iorque, marcada para os próximos dias.

Na verdade o governo ainda não definiu tentando uma última etapa de negociação na expectativa de evitar o cancelamento da visita.

O governo brasileiro assegura que a viagem da Presidente Dilma acontecerá se o governo Obama der garantias de que a espionagem não ocorrerá mais, uma vez que todas as explicações dadas até agora não se mostraram verdadeiras e mais vazamentos comprovam esse fato.

O problema é que o governo de Obama não sabe quais informações ainda estão em poder de Edward Snowden, e por isso não tem como garantir nada.

Essa insegurança dos norte-americanos nos deixa a certeza de que estamos apenas visualizando a ponta do icerbeg, a maior parte está submersa. A situação é muito mais grave do que o que se apresenta no exato momento.
Dilma Rousseff não quer criar uma crise política com os Estados Unidos, ou demonstrar radicalismo diante das denúncias. No entanto afirma que é muito grave e inaceitável a continuação desses fatos.

– A maior potência bélica do mundo pode espionar quem quiser, mas, não muito, e não deixar vazar essas ações de espionagem para não desmoralizar os outros países. Estamos entendendo dessa maneira o comportamento do governo brasileiro.   

Fonte: Texto: Carlos Lima – foto: Balhufas .com

OUTRAS NOTÍCIAS