Projeto que reestrutura Polícia Militar chegou à Assembleia enviado pelo governador Wagner

O tão esperado projeto de lei 20.884/2014, que busca reestruturar a Polícia Militar da Bahia, chegou ontem na Assembleia Legislativa e promete abrir mais uma disputa entre o governo e as entidades de policiais militares.

 

A elaboração da proposta foi apontada como um dos motivos para greve da categoria, ocorrida há dois meses.

 

Após a paralisação, houve a promessa do governo de que a matéria iria melhorar ao contemplar algumas reivindicações, sendo encaminhado pelo governador Jaques Wagner (PT) ao Poder Legislativo para votação dos parlamentares.

 

O líder da bancada do governo, deputado Zé Neto (PT), afirmou ontem para a Tribuna que vai buscar o entendimento para que o projeto seja apreciado na próxima segunda-feira, junto ao segundo turno da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que condiciona o início do recesso parlamentar.

 

Contudo, ainda não há certeza, já que, apesar dos esclarecimentos, a matéria tende a gerar polêmicas. “Se não conseguirmos, só votaremos em agosto”, admitiu Zé Neto.

 

Consta que nem bem foi debatido depois de algumas pequenas mudanças, o projeto já motiva controvérsias entre os militares.   

Fonte: Lilian Machado

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS