PT é maior do que preferência de Wagner por Rui, afirma Gabrielli

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O secretário do Planejamento, José Sérgio Gabrielli, um dos quatro pré-candidatos do PT ao governo da Bahia confirmou que a sua permanência no estado se deve a uma decisão “articulada” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para viabilizar a “possibilidade de outra escolha” do partido na disputa de 2014.

 

Em entrevista à rádio Tudo FM, Gabrielli apontou “o papel importante do governador Jaques Wagner” na escolha do nome, mas reconheceu que a “importância dos aliados e dos candidatos” deve ser levada em consideração.

 

Sobre a tão comentada preferência do governador pela candidatura do chefe da Casa Civil e pré-candidato Rui Costa, Gabrielli foi taxativo e afirmou que a escolha do nome “é muito complexa e vai envolver muita conversa” e não depende só de Wagner.

 

“O governador nunca revelou explicitamente essa preferência, mas é evidente que ele deve ter e é legitimo, mas o PT e a sociedade têm uma responsabilidade maior do que somente a preferência pessoal dele”.

 

Fonte: Emerson Nunes/ Política Livre

OUTRAS NOTÍCIAS