PT requer convocação de Moro para explicar denúncia de Bebianno

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Foto: Reprodução

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) protocolou nesta tarde requerimento de convocação ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para dar esclarecimentos sobre a denúncia do ex-ministro de Bolsonaro Gustavo Bebianno. Em entrevista ao jornalista Fábio Pannunzio, Bebianno, que foi aliado de primeira hora do bolsonarismo, revelou que Moro foi sondado cinco ou seis vezes por Paulo Guedes para assumir o Ministério da Justiça antes da eleição.

“É muito grave: além da suspeição num momento em que atuava como juiz, Moro mentiu aqui no Congresso, pois garantiu para nós que nunca havia sido sondado antes da eleição de Bolsonaro”, afirma  Correia, que também protocolou na Comissão de Trabalho e Administração Pública convite a Bebianno para falar aos deputados.

“Moro agiu como candidato a ministro. Inventou coisas do Palocci para prejudicar Haddad, Não permitiu que Lula desse entrevista à Folha de S.Paulo”, criticou o parlamentar.

Na entrevista, Bebianno contou que teve uma conversa com Guedes na casa de Bolsonaro antes do término das eleições. “Paulo Guedes me chama e diz ‘quero conversar com um você um negócio importante’. Ele me contou já tinha tido cinco ou seis conversas com Sérgio Moro e que Moro estaria disposto a abandonar a magistratura e aceitar o desafio como ministro da Justiça”, disse o ex-ministro.

247

OUTRAS NOTÍCIAS