Tempo - Tutiempo.net

Revista afirma que Bolsonaro liberou emenda milionária a Aziz no fim da CPI

Senador Omar Aziz (PSD-AM) ao telefone

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) liberou uma superemenda de R$ 220 milhões do presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), às vésperas da votação do relatório final da comissão parlamentar de inquérito .

A revista Crusoé diz que os recursos foram repassados pelo ministério do Desenvolvimento Regional, e serão destinados “à reconstrução de uma rodovia estadual do Amazonas, a AM-010”.

Apesar de a liberação ter sido dada apenas agora, a negociação foi feita em 2019.

O relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que ainda passará por votação após ajustes, pede o indiciamento do chefe do Executivo pelo cometimento de 9 crimes: epidemia com resultado morte; infração de medida sanitária preventiva; charlatanismo; incitação ao crime; falsificação de documento particular; emprego irregular de verbas públicas; prevaricação; crimes contra a humanidade, nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos; e crimes de responsabilidade.

Aziz nega relação entre liberação dos recursos e CPI da Covid.

O parlamentar disse à revista que a liberação da emenda não tem relação com o relatório da CPi da Covid.

“Nada a ver isso aí. Depois do dinheiro depositado, vira uma questão técnica. A minha briga foi lá atrás para colocar o dinheiro. Depois que está lá, mano, esquece”, declarou Aziz.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS