Tempo - Tutiempo.net

Senador Fabiano Contarato deixa Rede para se filiar ao PT

Contarato deixa o REDE e vai para o PT

O  senador Fabiano Contarato comunicou por meio de sua assessoria de imprensa nesta segunda-feira que deixou o partido Rede Sustentabilidade e se filiou ao PT.

Em nota, o parlamentar afirmou que a decisão ocorreu após ter recebido e analisado uma série de convites de legendas do campo progressista.

“Como já havia anunciado,  comunico em definitivo o meu pedido de desfiliação do partido Rede Sustentabilidade. Agradeço imensamente pelo companheirismo e respeito que tive durante o período no qual pude representar o partido no Senado Federal, numa jornada em defesa de um país mais justo e igualitário e que defenda seu povo e preseve seus recursos naturais”, disse Contarato.

O parlamentar justificou que os governos liderados pelo PT “devolveram ao país a credibilidade internacional”.

Disse ainda que eles “permitiram aos pobres cursar universidade, expandiram a estrutura de ensino no país, abriram os porões da ditadura com a Comissão Nacional da Verdade”.

Também afirmou que “geraram crescimento econômico alinhado com políticas sociais exitosas, devolveram aos brasileiros o orgulho nacional”.

Contarato já havia antecipado as chances de migrar para o partido. Ele afirmou que a a filiação será efetiva em “momento oportuno”.

Recentemente, senador foi alvo de ofensas em publicação que expôs seu filho nas redes e o chamava de “infeliz” e “sem vergonha”.

Após o ocorrido, ele acionou a Polícia Federal, que indiciou o autor das postagens, identificado como Giovani Loureiro.

Em entrevista ao GLOBO, Contarato revelou que buscaria também uma reparação civil e afirmou que qualquer conversa com Loureiro seria somente no campo judicial.

Veja a íntegra da nota:

Como já havia anunciado,  comunico em definitivo o meu pedido de desfiliação do partido Rede Sustentabilidade.

Agradeço imensamente pelo companheirismo e respeito que tive durante o período no qual pude representar o partido no Senado Federal, numa jornada em defesa de um país mais justo e igualitário e que defenda seu povo e preseve seus recursos naturais.

Após ter recebido e analisado convites de legendas do campo progressista, comunico minha decisão de filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT), que será efetivada em momento oportuno.

Com a militância social e as lideranças do PT,  pretendo somar esforços para que o país retome sua trilha de desenvolvimento, pleno emprego, defesa dos direitos humanos, proteção e oportunidade aos mais pobres, apoio do Estado às maiorias minorizadas, combate a todo tipo de desigualdade, investimento em saúde e educação.

Os governos liderados pelo PT devolveram ao país credibilidade internacional, permitiram aos pobres cursar universidade, expandiram a estrutura de ensino no país, abriram os porões da ditadura com a Comissão Nacional da Verdade, democratizaram a participação da sociedade nas decisões de governo, geraram crescimento econômico alinhado com políticas sociais exitosas, devolveram aos brasileiros o orgulho nacional.

Seus erros foram investigados e devidamente punidos pela Justiça. Defendo que a lei vale para todos e tem de ser cumprida doa a quem doer. Seguimos junto aos brasileiros e brasileiras para, com esperança e força, vencer as trevas da ignorância que vitimam o Brasil.

A Constituição Cidadã de 1988 é nossa bússola

Agência  O Globo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS