TEMER ARTICULA ESTRATÉGIA PARA BARRAR DENÚNCIA DE JANOT

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Base aliada já se organiza para barrar denúncia de Janot contra Temer

No Congresso, é dado como certo que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentará denúncia contra Michel Temer no STF, na próxima semana. Por isso, Temer e seus aliados já se organizam para barrar o processo dentro do rito que o caso precisa cumprir no Parlamento.

Se a denúncia for aceita pelo STF, precisará ser aprovada pelo plenário da Câmara. É lá que está o pulo do gato do governo. No plenário, são necessários dois terços dos votos para que a denúncia avance. Ou seja, com apenas 172 votos, Temer vence.

Diferentemente do pedido de impeachment, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não tem o poder de rejeitar o processo. Ao recebê-lo, precisa notificar o acusado e despachar para a Comissão de Constituição e Justiça.

A denúncia de Janot precisa, em primeiro lugar, ser aceita pelo ministro Edson Facchin, do STF. Mas o governo duvida que ele recuse o pedido.

Leonardo Attuch

OUTRAS NOTÍCIAS