Atento à paralisação dos bancos, Procon orienta consumidor a buscar alternativas para quitar contas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O consumidor que se sentir prejudicado com a greve dos bancários, no caso de pagamento de contas, pode procurar a Superintendência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e registrar a queixa.

 

A orientação é da superintendente Suzana Mendes, que lembra que há outras formas de quitar as contas, como através de caixas eletrônicos, depósitos, por meio de solicitações do código de barra e correspondentes bancários, a exemplo de casas lotéricas.

“O consumidor não pode é deixar de quitar a sua fatura, a não ser que tenha uma justificativa que impossibilite realizar o pagamento das contas no período da greve”, informa Suzana Mendes. Por isso, cada caso deve ser avaliado cautelosamente.

 

Quando os bancos não oferecem aos usuários condições de efetuar seus pagamentos, explica Suzana, o Procon pode intervir na cobrança de juros e multas. “As empresas devem divulgar seus correspondentes bancários para que os usuários realizem os serviços essenciais”, afirma, acrescentando que nesses casos os usuários devem registrar essa impossibilidade no serviço de ouvidoria do banco, na empresa credora, na agência reguladora ou no próprio Procon.

 

Fonte: Redação/ Renata Leite

OUTRAS NOTÍCIAS